Neuromodulação é uma tecnologia que utiliza efeitos de inibição, de estimulação ou de modificação para regular a atividade elétrica e química do sistema nervoso (cérebro, medula e nervos periféricos).  Ela vem sendo usada para melhora cognitiva, melhora da performance atlética, tratamento de depressão, de zumbido, de sequelas de AVC e de doença de Parkinson, tratamento de dores crônicas e de distúrbios psiquiátricos variados.

Essa tecnologia inovadora pode ser aplicada de diversas formas. Uma delas é a estimulação transcraniana por corrente contínua. Ela se baseia na criação de um fluxo de corrente elétrica contínua de baixa intensidade em região específica do cérebro, de tal forma que provoque uma facilitação ou uma inibição da atividade dos neurônios. Nos últimos 10 anos a investigação (através de protocolos de pesquisa bem estabelecidos) da estimulação transcraniana por corrente contínua vem aumentando exponencialmente e os resultados têm sido muito promissores.

O número ideal de sessões e a frequência das mesmas ainda está em fase de estudo, mas os protocolos atuais sugerem 8 sessões para zumbido e 15 sessões  para as  demais finalidades, aproximadamente 3 vezes por semana, com sessões de reforço em intervalos bem maiores. O procedimento é indolor, dura de 20 a 30 minutos  (20 min de aplicação e 10 min de preparação prévia).

Já existem evidências científicas claras para tratamento de depressão maior, de dores crônicas, de zumbido e  de sequelas de AVC.  As evidências são boas, mas ainda em fase de consolidação para tratamento de outras doenças psiquiátricas, doença de Parkinson e até doença de  Alzheimer.

No ReHaB já estamos preparados para realizar esse procedimento. Se quiser saber mais, marque uma conversa de esclarecimento e tire suas dúvidas.

Autor: Dra Claudia Barata Ribeiro

Recent Posts